Blog

Um de nossos princípios é a comunicação transparente, dividindo os relatórios anuais e reforçando a conexão e o bom relacionamento com nossos participantes.

Live discute futuro dos Conselhos da Fapa

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Conselheiros discutiram criação do Projeto Trilha do Conselheiro

Cerca de 70 participantes e assistidos da Fapa acompanharam, no último dia 07 de junho, uma live promovida pelos conselheiros e diretores da entidade. O assunto foi à importância de preparar pessoas para a gestão futura da entidade.

O presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-PR), Natalino Avance de Souza fez a abertura da live. Relembrou a importância dos benefícios de aposentadoria oferecidos pela Fapa para os funcionários do IDR-PR e falou sobre as perspectivas para o futuro da entidade.

O presidente do Conselho Deliberativo da Fapa, Hélio de Almeida Machado falou sobre a importância de motivar e preparar pessoas para se tornarem futuros conselheiros da entidade.

“A certificação para conselheiros, até um tempo atrás, se conseguia por experiência e agora deve ser feita mediante prova. Isso despertou no nosso Conselho a necessidade de buscarmos entre nossos participantes ativos ou já em benefício, pessoas que se interessem em futuramente assumir cargo de conselheiro na nossa fundação. Ao assumir esse cargo, nós esperamos ter um conselheiro que já venha sabendo mais ou menos as responsabilidades que ele vai assumir”, ressaltou Machado.

Com esse objetivo, de acordo com ele, os Conselhos com o apoio da Diretoria Executiva da Fapa estruturaram o projeto Trilha do Conselheiro.

“A ideia é fazer encontros mensais, onde a gente possa expor alguns materiais. O programa contemplaria materiais que ficariam disponíveis no site da Fapa, alguns vídeos de pronunciamento de ex-conselheiros, depoimentos dos nossos diretores falando sobre a gestão do dia a dia e falando sobre a situação da Fapa. A ideia é levar a Fapa para o maior número possível de pessoas em encontros mensais,” disse Machado.

O diretor presidente da Fapa, Celso Andretta, em sua participação destacou a inciativa do Conselho como inovadora. Em seguida, apresentou números atualizados da fundação e falou brevemente sobre o novo plano da entidade, que aguarda aprovação dos órgãos reguladores.

“Acho que é uma atitude inovadora do nosso Conselho Deliberativo. Eu estou há muito tempo no sistema e nunca vi uma iniciativa dessas, de preparar futuros conselheiros. Hoje o que a gente percebe é que a Fapa é uma entidade forte e duradoura graças às pessoas que se envolveram ao longo do tempo,” afirmou.

De acordo com Andretta a Fapa atualmente é uma entidade madura, que mensalmente paga R$ 2,3 milhões de benefícios aos assistidos. “Hoje a Fapa tem 483 participantes ativos, 588 assistidos e 82 pensionistas, então hoje nós somos um sistema maduro. Mensalmente a Fapa paga R$ 2,3 milhões de folha de pagamento. O nosso pagamento hoje é superior à nossa arrecadação e é assim mesmo que funciona uma entidade fechada. Hoje a Fapa tem um patrimônio de 500 milhões de reais, distribuídos em investimentos, através de uma política de investimentos,” concluiu.

DEPOIMENTOS

O conselheiro deliberativo, Carlos Antonio Ferraro Biasi falou sobre sua experiência no Conselho, e também ressaltou a importância de um maior engajamento dos participantes na Fapa.

“Fiquei durante 43 anos na Emater e durante esse tempo eu poucas vezes me envolvi com a Fapa. Na medida em que eu me envolvi, como agora, eu senti o quanto é importante para nós conhecermos e estarmos preparados. Não só para o próprio momento que a Fapa vai viver, mas especialmente para os momentos que podem ocorrer quando nós tivermos um novo PDV [Programa de Demissão Voluntária]. Acho que é importante a gente se preparar e especialmente prepararmos outros colegas que vão continuar na Fapa para que tenham uma preocupação com os próximos passos,” concluiu.

O ex-presidente do Conselho Deliberativo, Roberto Antônio Zardo, também deu um depoimento sobre sua experiência. “Eu tive muito crescimento e conhecimento pessoal na área de previdência. Parabenizo pela iniciativa, que é importante para que mais gente possa se inteirar sobre a fundação, pois precisamos de mais pessoas dispostas para conduzir o processo. Tenho plena consciência de que nossa fundação foi bem conduzida e está preparada para ‘aguentar o tranco’ da descapitalização, com os pés no chão sempre,” disse Zardo.

Palavras-chaves

Gostou? Conta pra gente o que achou!

Notícias relacionadas

imagem_alimentos_geladeira

12 dicas para os alimentos durarem mais na geladeira e evitar desperdício

Comprar comida a mais, não planejar seu uso e acabar despejando no lixo uma parte do que estava na geladeira é um clássico da vida contemporânea. Além do desperdício de alimentos, a lembrança do dinheiro gasto desnecessariamente chega a causar um pequeno sofrimento.

Veja mais
Fonte: Moc up Pixabay

Atendimentos da Fapa recebem avaliações positivas dos usuários

De janeiro a junho, a Fapa realizou aproximadamente 1950 atendimentos nos seus Canais de Relacionamento (WhatsApp, Chat e E-mail). Desses, 341 foram avaliados pelos participantes e assistidos, sendo 341 classificados como bons e 11 como ruins.

Veja mais

O que você está procurando?