NOTÍCIAS

Fique sempre por dentro do que acontece
Representantes da FAPA participam do 39ª Congresso da Abrapp 04/10/2018

Representantes da FAPA participam do 39ª Congresso da Abrapp

Conselheiros, diretores e colaboradores da FAPA participaram de 10 a 12 de setembro, em Florianópolis da 39ª edição do Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada, promovida pela Abrapp.

Com o tema central “Disruptura e o Mundo do Novo Século” o evento reuniu alguns dos principais formadores de opinião e grandes especialistas para discutir os desafios e o futuro de sistema, com destaque para o professor da Harvard Business School, Ram Charan, e o escritor e historiador, Leandro Karnal.

“É sempre importante participar do Congresso porque além de um interessante ambiente para trocas entre diretores, conselheiros e demais profissionais do sistema, é ainda uma importante pausa para reflexão sobre os desafios e o futuro do sistema” afirma a Diretora Presidente da FAPA, Claudia Janesko.

Confira os depoimentos dos representantes da FAPA que participaram do evento:

“Excelente evento, contando com palestras de alto nível e profissionais renomados em suas áreas de conhecimento e atuação. A proposta de tratar a disruptura no segmento da previdência complementar fechada foi assertiva, face ao momento de instabilidade/mudanças na política e na economia e nas normativas regulamentadoras do setor. A apresentação de cenários e tendências no ambiente as quais as EFPC's estão inseridas possibilitou um olhar mais acurado dos atores (gestores e conselheiros em destaque) que operam e fazem funcionar as EFPC's. Aos conselheiros, oportunidade impar de interagir e se qualificar para o exercício do mandato, carreando conhecimentos e experiências dos coirmãos e agentes de outros setores, dentre os quais, as áreas de investimentos, produtos e serviços às EFPC's. Em resumo, a participação no evento se traduziu em "oportuna e essencial" ao exercício da função de conselheiro, tendo em vista os desafios que se apresentam à gestão da FAPA”. Eduardo Dias Dornellas, conselheiro deliberativo da FAPA.


“O evento foi muito bem organizado e com conteúdo extremamente relevante. Houve grande adesão dos participantes e do mercado, várias empresas de nome relevante no cenário das Entidades, tanto em tecnologia, gestão e administração estavam presentes. As palestras, em geral, alinhadas com o tema central de Disruptura, trouxeram conteúdo importante para o desenvolvimento do sistema, demonstrando que haverá mudanças significativas para o setor no futuro e que muitas das verdades atuais deixarão de ser, logo, horizontes terão de ser revistos e as Entidades, Dirigentes e participantes deverão estar preparados para receber essas novidades. Dessa forma, haverá continuidade e desenvolvimento do sistema como um todo. Creio que os presentes sentiram isso e aqueles que receberam bem as informações farão bom uso nas estratégias que adotarão para o futuro”. Mayron Wosniak, analista de investimentos da FAPA.

“Achei o evento excelente, pela pertinência dos assuntos na atual situação do país. Apesar de ter achado um pouco complicado para entender a dinâmica das palestras, pois acabamos perdendo algumas devido à coincidência de horários, mas depois acabei entendendo. Nos temas que participei, ficou clara a importância da busca de novas práticas para ampliar o número de participantes das entidades, frente a uma redução cada vez maior da participação da previdência oficial. Percebemos que os desafios são grandes, porém precisamos ver com olhos inovadores novas formas de ampliação das entidades de previdência complementar fechadas, buscando ocupar mais espaço nesse setor. Percebi também a importância destas entidades para o mercado nacional, pois elas representam mais de 800 bilhões em reservas dos associados, dinheiro que deverá circular no país gradualmente nos próximos 50 anos. Achei interessante também à importância que temos na questão de desenvolver nos trabalhadores o espírito de poupar, a grande maioria ainda não se preocupa com o futuro e assim não faz suas reservas para o período em que não estará mais em atividade. A palestra do Leandro Karnal, também me chamou a atenção quando ele fala da importância do equilíbrio na gestão de uma empresa ou entidade, o quanto é importante o equilíbrio no topo de uma Empresa, principalmente nos gestores e naqueles que definem o rumo e as estratégias da empesa, pois o desequilíbrio no topo sempre afeta mais que os demais. A realidade de tudo sempre será a mudança, só que agora muito mais rápida do que no passado. Percebi também que temos que ter o equilíbrio inclusive quando analisamos que tudo o que é velho é ruim e tudo que é novo é bom, ou, vice versa. A experiência pode ser importante, porém a inovação também tem sua importância, pois a metamorfose é constante só que hoje sem a lentidão do passado. Temos que ter a experiência do passado, do ‘cabelo branco’, porém com a visão e a inovação do jovem que tem as informações mais atualizadas.” José Miguel Auer, conselheiro deliberativo.

“Na minha percepção o 39º Congresso da ABRAPP foi de extrema relevância para nos conselheiros, além de estar muito bem organizado, contou com uma temática bem atual e desafiadora, levando os participantes a refletir sobre o momento atual e os desafios futuros para os sistemas de previdência, seja público ou complementar fechado, como é o nosso caso. Destaco, entre outros, quatro temas que chamaram minha atenção: 1) Inteligência Artificial e singularidades, com foco na Inteligência Artificial e o futuro do trabalho; 2) Disruptura em Previdência, com foco na reforma estrutural da Previdência como Projeto de Estado; 3) O Progresso Humano em curva exponencial, discutindo a longevidade e a evolução da medicina e seus impactos nos modelos previdenciários; 4) O Indivíduo no centro do planejamento financeiro e previdenciário, tendo como foco a transformação de soluções/produtos coletivos para individuais e seus impactos na gestão das entidades de previdência. Também considero relevante a participação nestes eventos, pela possibilidade de contato com outras entidades, troca de informações, o que permite ampliar nossos horizontes para além das bordas do "lago" que estamos habituados a nadar”. Sidnei Aparecido Baroni, conselheiro fiscal.

OUTRAS NOTÍCIAS

Veja aqui outras notícias
FALE COM A FAPA
Previc FAPA

Agência Eureka! Agência de publicidade e propaganda
Obrigado. Responderemos em breve.
X